Evonik e Wynca formam joint venture para a produção de sílica pirogênica

26/09/2018
Evonik e Wynca formam joint venture para a produção de sílica pirogênica

A Evonik Industries e a empresa chinesa Wynca estabeleceram o acordo de formar uma joint venture. A nova empresa, na qual a Evonik deterá 60%, vai produzir a sílica pirogênica comercializada com o nome AEROSIL®. O produto é usado em silicones transparentes, revestimentos e tintas, adesivos e materiais de isolamento não combustíveis de alta performance.

A joint venture, Evonik Wynca (Zhenjiang) Silicon Material Co., Ltd., prevê a construção de uma fábrica para a produção de sílica pirogênica no Zhenjiang New Material Industry Park (na província de Jiangsu, China), em um investimento na faixa média de dois dígitos de milhões de euros. As instalações, cuja produção anual foi projetada para 8.000 toneladas, devem se tornar operacionais em 2021. O projeto ainda requer a aprovação dos organismos corporativos relevantes e das autoridades competentes.

O mercado global de sílica pirogênica avança na ordem de 5% ao ano, ou seja, um crescimento maior que o da economia global. Os principais impulsores do mercado de sílica pirogênica na China incluem a indústria de silicone para adesivos e selantes para os setores de construção e de automóveis, além de baterias de gel como as usadas em bicicletas elétricas. A joint venture vai complementar a rede global de unidades de produção de AEROSIL® da Evonik. A Wynca, por sua vez, planeja expandir o seu negócio de produtos à base de sílica, aproveitando as vantagens de uma abordagem compartilhada.

“Com esta joint venture podemos continuar fortalecendo o nosso segmento Resource Efficiency de maneira sistemática. Com a aquisição do setor de sílica da Huber Silica, ampliamos as nossas capacidades para sílica precipitada. Agora, aumentamos as nossas capacidades para sílica pirogênica para, além de Antuérpia, estabelecer a nossa primeira fábrica de sílica pirogênica na China e, dessa maneira, damos o nosso próximo passo no atraente mercado chinês. A Wynca representa uma parceria sólida para isso e nós estamos felizes com essa futura cooperação”, diz Harald Schwager, vice-presidente da Diretoria Executiva da Evonik Industries.

As sílicas precipitadas e pirogênicas estão entre os “Smart Materiais” da empresa, um dos quatro motores de crescimento estratégico identificados pela Evonik como áreas de crescimento de mercado e potencial de margem acima da média.

Baseada em compostos de silício orgânico, a Wynca montou toda uma cadeia de valor de produtos à base de silicone / silano: da produção de silício a partir de areia de quartzo, passando pela síntese de monômeros, até chegar aos produtos finais. São quatro grandes linhas de produto compostas por borracha de silicone, óleo de silicone, resina de silicone e silanos funcionais como agentes de acoplamento. Com isso a Wynca se torna uma empresa de compostos de silício orgânico que cobre toda a cadeia de valor industrial.

“A cooperação com a Evonik representa uma boa oportunidade para a Wynca de concretizar a sua estratégia de orientação a produtos finais e sua missão de criar melhores condições de vida por meio da química verde. Estamos comprometidos com a sociedade e a humanidade mediante o desenvolvimento da empresa com economia circular e de uma maneira eficiente em recursos e amigável ao meio ambiente”, diz Jianhua Wu, presidente do Wynca Group.

A Wynca está expandindo suas capacidades no setor de organoclorossilanos, matéria-prima da qual são usados até 300.000 kg na produção de silicones. Uma pequena parte dessa expansão de capacidade será usada na joint venture para a produção de AEROSIL. Tao Wei, vice-presidente do Wynca Group, diz: “A fábrica da joint venture vai melhorar a estrutura de produção integrada do site de Zhengjiang da Wynca. A Evonik traz tecnologias de ponta para sílica precipitada para a joint venture. Todos os subprodutos da Wynca, como o trimetilclorossilano, bem como os da joint venture, como, por exemplo, o ácido clorídrico, serão plenamente reutilizados, resultando em uma reciclagem perfeita dos recursos do site da Wynca em Zhenjiang, além do aproveitamento de sinergias da produção de monômeros orgânicos de silício, monoclorossilanos e sílica pirogênica.

“O local de produção da sílica na China nos permitirá fornecer os nossos produtos de alta qualidade ao crescente mercado da Ásia por rotas de transporte significativamente mais curtas”, disse Johannes Ohmer, integrante da Diretoria Executiva da Evonik Resource Efficiency GmbH.

“A Ásia e especialmente a China são regiões de crescimento importante para a Evonik. A nova joint venture prova que a Evonik está comprometida com o avanço do nosso negócio na China mediante o investimento contínuo e a cooperação com parceiros locais”, acrescentou Claas Klasen, presidente da região Ásia Pacífico Norte da Evonik.

A Evonik é uma das líderes mundiais na produção de sílica. Além da sílica pirogênica AEROSIL® e das sílicas precipitadas ULTRASIL®, SIPERNAT®, ZEODENT® e SPHERILEX®, a Evonik também produz agentes fosqueantes à base de sílica com a marca ACEMATT® e outros óxidos metálicos pirogênicos com a marca AEROXIDE®. Ao todo, a Evonik dispõe de uma capacidade de produção global para todos os produtos de sílica de cerca de um milhão de toneladas ao ano.

Fonte: Evonik

Voltar
Parceiros

Newsletter ABTB